Quer saber o que está acontecendo por aí? Receber promoções exclusivas? Deixe seu email.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Conta um conto

Você deve estar se perguntando como eu acabei conhecendo tanta gente que trabalha com festa infantil, né? Não vou mentir... Eu estou começando a planejar a comemoração do primeiro aninho do Pedro, meu filhote.

Mas essa oportunidade está me fazendo conhecer pessoas maravilhosas que desenvolvem um trabalho que eu nem sabia que existia. É o caso da Giovana, do Viva e Deixe Viver (quando eu leio essa expressão, toca uma musiquinha do 007 na minha cabeça).





Assim como eu, a Giovana também é jornalista de formação e, assim como eu, ela também buscou um rumo diferente para sua vida profissional quando a maternidade chegou.

Ela deixou para trás a vida de radialista com seus plantões e horários de tabalho puxados e colocou em prática o que aprendeu na pós graduação em mídia-educação e nas horas como voluntária do projeto Viva e Deixe Viver. Quem ganhou com essa mudança de rumo foi seu filho. Acredite em mim. Através de seu trabalho em festas infantis, a Giovana estimula o baixinho a desenvolver suas habilidades de comunicação e cria o desejo de ler, de ouvir e contar histórias.

Eu já disse aqui, mas vou repetir: você não precisa de um ser humano enlouquecido berrando no microfone nem de música ensurdecedora para garantir uma festa inesquecível para o seu filho. Está aí a Giovana que não me deixa mentir. Fale com ela: giovanaolivieri@vivaedeixeviver.org.br .

Além de festas infantis, ela faz oficinas e apresentações em empresas, escolas e onde mais houver gente interessada em uma boa história...

Roberta.
baixomamae@gmail.com

3 comentários:

  1. A Giovana é uma graça de pessoa, excelente contadora de histórias! Um pequeno reparo: ela não é mãe de um baixinho, e sim de uma baixinha, a Maria Flor. Desde que a Maria Flor nasceu, passamos a chamar a Giovana de Giovana Flor!

    ResponderExcluir
  2. Giovana é uma fofa! Uma amiga querida! E tudo o que ela faz é super!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, José!! Vou providenciar a errata!

    ResponderExcluir