Quer saber o que está acontecendo por aí? Receber promoções exclusivas? Deixe seu email.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Gente Miúda

Vida de mãe inclui uma série de eventos altamente emocionantes. Vou citar alguns: a queda do umbigo, o primeiro sorriso, o despertar do dente na gengiva "careca", a primeira papinha. Conviver com gente pequena é assim, uma novidade boa por dia.



Nesta quinta-feira, dia 24/02, eu sugiro um evento maravilhoso: acorde cedo, mãe. Vista uma roupinha e arrume o seu bebê. Corra para a lojinha dos Mini Humanos (http://www.minihumanos.com.br/) na Rua Voluntários da Pátria, 212 - loja I. A marca de roupas infantis super transada fará um saldão de roupas com pequeninos defeitos. Mas defeito mini em roupa mini de humano mini, não pode ser tão ruim assim, né?

Qual a mãe que não gosta de vestir bem o filho? Ainda por cima pagando bem menos do que em tempos pré-saldão.

Portanto, anote na agenda e consulte-a amanhã pela manhã. O hot spot será na Mini Humanos. Se perder o dia, não se preocupe. O saldão dura enquanto houver peças de saldão a venda.

Depois me conte das pechinchas que adquiriu!!

Roberta.
baixomamae@gmail.com

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Fruta de Farmácia

Chegou o momento pelo qual tanto esperei: meu pacotinho vai comer frutas e beber suco. Mês que vem virão as papinhas salgadas!!

Quando o pediatra deu essa notícia, qual não foi a minha surpresa ao ouvir de diversas fontes: "compra papinha pronta. É uma delícia!" Eu não tinha pensado nisso. Eu havia me preparado para comprar fruta fruta, dessas que não vêm em jarros ou ficam expostas em prateleiras de farmácia, e torná-las papinha ou suco.

Pensa bem: nós devemos comprar fruta da farmácia e shampoo na feira?


Foto aqui

É claro que há diversos tipos de comprometimento: nem todas as pessoas podem abrir mão de uma grande dose de praticidade. Não importa o motivo, a realidade da maternidade é complexa e envolve dar conta do marido e talvez de outros filhos, da casa que sempre demanda, da carreira, do animal de estimação... E as frutas de farmácia são mega práticas!

O Pedro ganhou um pote de Pêra da Nestlé. Eu fiz logo uma cara feia que não consegui esconder. O rótulo diz escancaradamente que há diversos ingredientes, mas exibe orgulhoso a frase "Sem adição de Açúcar".
Ué, pêra é pêra. Que outros ingredientes?

Vamos fazer um teste? Faça uma papinha de pêra comprada na feira, coloque-a num pote de vidro esterilizado com tampa de metal e guarde-a por 12 meses. Ao término desse tempo, abra o pote e... sirva ao seu pequeno. Não vai rolar, né?

Mesmo com essa carinha de boa moça aí de cima, a pêra de potinho guarda conservantes e outros segredos que não saberemos, do contrário, não continuaria linda e bela ao final do prazo de validade.

O Acidulante Ácido Cítrico encontra-se na pêra e na grande maioria das papinhas cujos rótulos eu li. Conversando aqui e ali, estudando na Internet e tal, eu descobri que o acidulante é um conservante retirado de frutas cítricas. Aparentemente natural, mas extraído industrialmente...

Outros sabores da fruta em potinho levam ainda amido e farinha de arroz, tais como a Maçã e a Ameixa. Agora me diz: qual fruta comprada na feira foi adicionada com amido ou farinha de arroz? Qual?

É claro que a fruta da feira pode ter recebido uma ajudinha do destino para ficar com aquela carinha linda e bela, tipo uma dose de agrotóxico. Nesse caso, você tem duas opções: oferece a fruta descascada e evita que seu filho coma todo o veneno que se deposita na casca ou compra produtos na banca de orgânicos. É bem mais caro, eu sei...

Alguns dos lugares que visitei para escrever sobre frutas de farmácia foram o Crianças na Cozinha (
http://pat.feldman.com.br/ ) e o blog da Vanessa Furquim (www.vidaempaz.wordpress.com ), ambos altamente inspiradores e informativos!! Não deixe de ler esse artigo: http://reinovegetal.wordpress.com/2009/10/17/isso-nao-e-comida-chambinho-ninho-2-em-1/
É iluminado!!

Não pense que eu julgo quem oferece fruta de pote ao filho. A idéia não é essa. Eu me preocupo que o excesso de propaganda possa nos guiar para uma escolha que não vá ser necessariamente a melhor para o nosso baixinho. Já imaginou??

Roberta.
baixomamae@gmail.com

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Por Debaixo dos Panos

Ao longo dos mais de cinco meses em que sou mãe, eu descobri que o parto não é nem de longe a coisa mais difícil que acontece na maternidade. Parir é como ir escada abaixo: todo santo ajuda. Agora, amamentar...

Imagine a confusão: O bebê reclama conforme a fome aumenta. A mãe, que passeia pelas ruas com o pacotinho, tenta se libertar da rouparia e senta onde pode. A criança é colocada na posição de mamar, procura mas não acha o peito, e a fome aumenta... Ui, fico cansada só de imaginar.


Foto aqui
Eu gosto de pensar que um dia serei como uma dessas moças da foto acima, super relaxada, alimentando o baby na maior calma.

E não há como evitar: vai ter um dia em que o baby pode antecipar a mamada, ou você precisou ir ao médico, ou tem aquele evento de família que é do tipo compareça-ou-não-apareça-mais-aqui. Enfim, a vida é muito imprevisível e amamentar fora de casa pode acabar acontecendo.

Para essas horas, eu descobri a solução perfeita sem precisar ficar expondo demais o seio nem sufocando a criança embaxo de um monte de pano, fralda de ombro, etc.

A Via Láctea é uma grife especializada em roupas para amamentação. A idéia é tão simples quanto brilhante: a roupa se abre discretamente, permitindo que o bebê encontre o seio, mas preserva a mãe da super-exposição.

Visite o site http://www.vialacteamodas.com.br/catalogo.htm e veja a linha de roupas desenvolvida de mãe para mãe. E pelo email comercial@vialacteamodas.com.br você se informa sobre como adquirir.
Roberta.
baixomamae@gmail.com

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

L'Ambiance

Para o povo francês, há algo mais importante do que a seleção de vinhos ou a comida servidos em uma festa. Se não houver uma boa atmosfera, o evento está condenado a ser um fiasco. No bom francês, isso é o que se chama de l'ambiance. O espírito da festa. Quando o assunto é festa infantil... A mãe de um bebê falou para outra, que comentou com outra, que disse a alguém que me falou sobre uma animação para festas infantis diferente de tudo o que você já presenciou.

Imagine a festa de aniversário de um aninho ou dois do seu pacotinho cheia de música, animação e brincadeira. Agora imagine isso sem microfone, pós-adolescentes aos berros tentando reunir a garotada que se perde tentando compreender o que está para acontecer. Pense numa festa divertida mas sem o caos das animações tradicionais. Não conseguiu?

Foto aqui

Então você precisa da Panos Pra Manga. O site deles fica no endereço: http://www.panospramanga.com/ . Lá, além do email e telefone de contato, você consegue entender como se faz uma festa animada cheia de originalidade mas sem berração no seu ouvido ou do seu filho pequetitinho.




As atividades são voltadas para desenvolvimento da psicomotricidade dos baixinhos. Sem estourar os típmanos de nenhum convidado, a equipe vai cantando e brincando, contando histórias e propondo atividades próprias para os pequenos, de acordo com a etapa de desenvolvimento motor em que estão. Tudo de bom, né?

Além disso, as crianças levam essa coisa de festa muito a sério. Se eles aprovam o pessoal do Panos Pra Manga, pode confiar!!

E boa festa!

Roberta.
baixomamae@gmail.com

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Menino do Rio

No post dedicado às avós, eu falei sobre a fralda para praia e piscina da Huggies, a Little Swimmers. Faltava apenas testá-la no Pedro, para eu poder sair da teoria e falar do que vivi.

Pois bem, segue o bolinha na fralda:



Eu fazia uma idéia diferente da Little Swimmers. Antes de conhecê-la de perto, eu achava que, através de algum processo misterioso e bem bolado, não haveria jeito da água entrar na fralda. Mas eu me enganei. Pela "covinha" que o baby tem no meio das costas, o líquido que se encontra na piscina ou no mar invade o interior da fralda. Olhem só o buraquinho ali no meio das costas do meu gorducho:

O que acontece depois disso é que, quando eu levantei o Pedro da piscina, ficou pingando água pela fralda, que nem torneira com problema de reparo.
:-)

Claro que mágica como a que eu esperava nem o David Copperfield faria. Traduzindo: a LS segura a barra do xixi por um tempo, mas ela não suporta grandes quantidades de água oriundas do bebê ou da piscina/praia por muito tempo.

A favor da LS conta o fato de que ela não fica inchadíssima, super estufada. Mesmo em contato com a água, ela continua bem fininha. Já é um grande adianto!!

Roberta.
baixomamae@gmail.com